Agência Doting

Afinal, o que é esse tal Branding?

Uma das ferramentas mais falada no mundo dos negócios não vem sendo usada com seu potencial máximo. Então chegou a hora de descobrir o que é e como funciona esse tal Branding.

Paulo Fernandos

Por Paulo Fernandes

360 Digital - Branding

Branding é um termo muito usado atualmente, e já faz parte do linguajar do meio dos empresários e empreendedores. Mas mesmo com essa fama, o conceito vem sendo tratado erroneamente. Muitos o definem apenas como a criação de logos e identidades visuais para as companhias, quando, na verdade, branding é muito mais que isso. Trata-se, portanto, da construção e gestão de marcas, com o papel fundamental de torna-las mais competitivas no mercado e conecta-las aos seus consumidores, algo essencial nos dias de hoje.

Para entrarmos nas raízes do tema reunimos informações, dessa forma entendermos o que é branding, qual a sua importância e como construir e avaliar uma marca.

Mas, antes de entender profundamente o conceito precisamos ter claro em nossa mente o significado de marca e qual a sua importância na estrutura da empresa.

A Marca

Segundo o dicionário online dicio, marca pode ser traduzida como um sinal que serve para reconhecer algo, ou distingui-la de outra coisa. Dessa forma, marca serve para causar diferenciação entre uma empresa e outra, para que o consumidor possa fazer as suas escolhas, sem haver confusão sobre o que está sendo comprado. Essa função pode ser exercida da maneira mais rasa pelo nome e logo da empresa. Essas duas ferramentas possibilitam que o público saiba qual é a sua companhia através de um sinal gráfico (logo) e pelo nome.

Mas devemos ir mais a fundo no entendimento, e ver como Kotler, o pai do marketing, define marca. Para ele, marca é um símbolo complexo, que pode trazer até seis níveis de significado: atributos, benefícios, valores, cultura, personalidade e usuário. Ainda reforça que o desafio está em estabelecer uma marca com profundas associações positivas a ela.

Podemos ver que marca é muito mais que nome e logo, trata-se da associação da empresa com diversas particularidades. E como Kotler mesmo coloca, o desafio está em desenvolver essas particularidades, e é nesse ponto que entra o Branding.

Entendendo como Branding funciona

O Branding funciona como um gestor da sua marca, ele será essa área que vai definir como a sua empresa deve se portar, de forma que exalte as suas qualidades e gere uma conexão real e verdadeira com os seus diversos públicos.

Para entender as principais características, o profissional de Branding examina a sua companhia como um todo e analisa os seus ideais e as principais qualidades. Além disso, é observada a atual situação do mercado e dos concorrentes, para entender como é possível diferenciar a sua empresa das demais. E por fim, faz parte desse universo do Branding analisar os diversos públicos da companhia, com o objetivo de entender seus desejos e anseios.

Mas espere, como assim diversos públicos?

Uma empresa, por mais simples que seja, possuí uma enorme variedade de públicos, não se restringindo apenas ao consumidor final. Imagine uma loja de sapatos, ela possuí no mínimo, três tipos de públicos distintos, são eles:

  • Consumidor final
  • Fornecedor
  • Funcionários

Mas esse número pode ser ainda maior, se incluirmos nesse grupo acionistas, órgãos fiscalizadores, sociedade, órgãos públicos e etc. Como podemos ver, há uma grande variedade de pessoas com quem as marcas precisam se conectar, transmitindo seus atributos e valores.

Cada uma delas precisa ter uma abordagem única, sem perder as características da marca, para que cada público entenda de maneira clara a mensagem.

Definindo padrões

Para que a marca tenha uma identidade clara e que público entenda a sua personalidade é necessária uma padronização das abordagens. É aqui que damos mais “corpo” para a marca, definindo um tom de voz, identidade visual, posicionamento e persona. Cada um desses pontos necessita receber um manual, onde são detalhadas suas principais características.

Posicionamento

O posicionamento, como o nome já diz, é a forma que a marca se posiciona, como se mostra perante o público. Aqui vamos traçar uma ideia de como queremos que os clientes vejam a empresa.

Persona

A persona da marca é a humanização da empresa. Criamos um perfil de comportamento da companhia, definindo através de uma personalidade como a marca vai se portar em diversas situações.

Tom de voz

Assim como cada pessoa tem uma forma de falar, as marcas também possuem o seu tom de voz. Ele define a maneira que a empresa vai se comunicar; se será de forma mais alegre, mais séria ou engraçada. Tudo isso de acordo com a persona e o posicionamento.

Identidade visual

Essa é etapa onde definimos o visual da empresa, o perfil estético. Aqui entra o logo, site, cartão de visitas e qualquer outra questão que envolva a parte gráfica.

Demais pontos de contato

Como falamos anteriormente, Branding é a empresa como um todo, então você precisa criar um padrão para todos os seus pontos de contato. Empresas que possuem um capital maior mantém o Branding até mesmo na sua arquitetura, produtos, uniformes e paisagismo. Isso é extremamente importante, pois mantém a imagem da companhia em harmonia.

Todos os pontos devem estar ligados ao planejamento da empresa e ao seu posicionamento. Além disso, devem-se educar os colaboradores, de forma que entendam os conceitos e pensamentos da companhia.

Identificando uma boa marca

Para identificar o valor da marca, a InterBrand, empresa que divulga as marcas mais valiosas todo ano, usa dez critérios, sendo quatro que analisam o ambiente interno e os outros seis o ambiente externo. São eles:

Interno

Clareza
Os funcionários da empresa entendem o propósito da marca?
Proteção
Quão segura sua marca é em diversas dimensões?
Comprometimento
Toda a empresa está comprometida com os propósitos da marca?
Capacidade de resposta
Capacidade de se adaptar ao mercado.

Externo

Autenticidade
A marca é baseada em verdades?
Consistência
Qual o grau que a marca ganha vida nos diversos pontos de contato?
Relevância
A capacidade da marca de suprir as necessidades dos clientes.
Presença
O grau que a marca é definida como onipresente e recebe comentários positivos.
Diferenciação
Quanto os consumidores percebem o seu posicionamento distinto da concorrência.
Entendimento
O profundo entendimento do consumidor sobre as qualidades e valores da marca.

Como podemos ver, tanto o ambiente interno quanto o externo são importantes para a construção de uma marca forte. Os colaboradores precisam estar engajados com o propósito da empresa e entender seus ideais com clareza. Os consumidores e demais stakeholders além de entenderem os mesmos pontos, precisam conseguir diferenciar a sua empresa das concorrentes, para que você seja visto de maneira única.

Afinal, o que ganho com isso?

Como podemos ver, o universo do Branding é enorme e envolve um trabalho detalhado, cuidadoso e planejado de cada etapa. Mas todo esse esforço vale a pena, afinal a construção de uma marca forte traz muitos benefícios para a empresa.

Seu produto começa a valer mais

A principal vantagem do Branding é o valor agregado. Com a construção de uma marca forte, a sua empresa traz mais valor ao produto, principalmente por conta dos atributos e personalidade. Com isso, você pode cobrar mais pela sua mercadoria, afinal, ela tem mais relevância no mercado.

Se conectando aos consumidores

Pelo fato de deixar sua personalidade e valores claros, a marca acaba por se conectar com o público de maneira verdadeira, gerando assim uma valorização da mesma e elevando os índices de fidelização.

Mais fidelização = Mais lucros

O foco de qualquer empresa é faturar mais, e com você não deve ser diferente. Com um número maior de pessoas engajadas e fidelizadas com a sua empresa, a tendência é crescer o seu faturamento. Além de consumirem mais, as chances da divulgação da sua marca através do famoso boca a boca é enorme.

Concluindo

Como podemos ver Branding é um processo detalhado e que requer muito estudo de todo o universo que envolve a empresa, desde a análise de todo o ambiente interno, até o conhecimento profundo do mercado e consumidores, chegando às definições sólidas de quais caminhos seguir. Mas, apesar de exigir uma longa análise, sua lista de benefícios é extensa, o que torna todas as etapas importantes. Portanto, o Branding proporciona a sua empresa resultados reais e indispensáveis para um negócio saudável e com um futuro próspero.

Agora fica a dúvida, sua empresa está executando bem o processo de Branding? Sua marca está tão forte quanto poderia ser?

Se tiver alguma dúvida entre em contato com a gente.


Paulo Fernandes

Por Paulo Fernandes